O Blog Arquivo Crucial não hospeda nenhum arquivo no seu servidor. Se alguma postagem venha prejudicar o seu autor, por favor entre em contato para a exclusão imediata da mesma. Nosso objetivo é apenas divulgar. Compre os CD´s originais e prestigie seu artista favorito.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Resenha - Festa de 6° aniversário da Web Rádio Stay Rock Brazil


Em outubro de 2008, Renato Menez cria a Web Rádio Stay Rock Brazil, com finalidade de entreter e interagir com as pessoas que amam o Rock e suas vertentes. No dia 16 de novembro de 2014 com parceria da FNK Produções, foi realizada no Teatro Mars (Bela Vista) a festa de 6° aniversário da rádio, com participação das bandas Blues Riders, Tublues, Centúrias, Nacionarquia e Harppia.


O Blues Riders foi a primeira banda a se apresentar. Mesclando Blues e Rock Pesado calcado nos anos 70, Augusto Marques (vocais/guitarra), Áureo Alessandri (guitarra), Álvaro Sobral (baixo) e Marcos Kontis (bateria) começaram com “Amém Rock ‘N Roll”, onde como de costume “benze” o público na introdução. A avalanche musical continuou com “Easy Rider”, “Eu Sou a Loucura”, “Tara”, “Urgente”, “Nada Sem Amor”; “Cidade Rock” fechou o setlist, onde a banda apresentou um show carismático e empolgando a galera.


Diretamente de Lorena (interior de São Paulo), o Tublues foi a segunda banda a se apresentar. Mesclando Stoner/Blues Rock/Hard/Rock 'N Roll, Cezar Heavy (baixo/vocal), Alexandre Freitas (guitarra), Jairo Martins (guitarra) e James Buris (bateria) começou arrebentando com “The Feeling Blues Soul” com participação especial de Marceleza Bottleneck (da banda Cracker Blues); “Como Um Cão de Rua”, “Ambição Ardente”, “De Um Jeito Melhor”, “Sangue de Barata”, “Vampiras do Sexo”, “De Tanque Cheio”, “Soluções e Momentos” e “Noite Longa” foram as músicas executadas pela banda, que surpreendeu o público que ainda não os conhecia.


Com 34 anos de estrada, a terceira atração da noite foi o Centúrias. Nilton "Cachorrão" Zanelli (vocais), Roger Vilaplana (guitarra), Ricardo Ravache (baixo) e Júlio Principe (bateria) deleitaram a platéia com músicas dos discos “Última Noite” e “Ninja”; além do single “Rompendo o Silêncio”. “Guerra e Paz”, “Fortes Olhos”, “Sobreviver”, “Cidade Perdida”, “Senhores da Razão”, “Inúteis Palavras”, “Ruptura Necessária”, “Arde Como Fogo/To Hell”, “Duas Rodas/Portas Negras” (onde contou com a participação do ex-batera da banda Paulão Thomaz nos backing vocals) e “Metal Comando” fizeram parte do setlist matador, que foi cantada com muita emoção pela
galera que não parou de agitar.


O Nacionarquia foi a quarta banda a subir no palco. Com músicas que abrangem um modo de protesto aberto contra problemas sociais e políticos e cantadas em português; influenciados por Black Sabbath, Pantera e Rage Against the Machine, Dan Muñoz (vocais), Funnai (vocais), Henrique Baboom (baixo), Roger Baccelli (guitarra), Bruno Vianna (guitarra) e Rodrigo Abelha (bateria) mostraram um excelente entrosamento e toda a competência do grupo na proposta apresentada. No setlist da banda foram apresentadas as músicas “Lutem”, “Política de Sangue”, “Acorda Brasil”, “Eu Sou Brasileiro (E Não Presto Pra Nada)”, “Por Que Não?”, “Durmam Crianças”, “Revolução”, “A Rua é a Urna do Povo Cansado”, “Prece Para O Diabo” e “América Latrina”.


Outra banda ícone do Metal Nacional dos anos 80, o Harppia ficou incumbido de encerrar o evento. Bonzo Ledesma (vocais), Aya Maki (guitarra), Nando Simões (baixo) e Tibério Luthier (bateria) empolgaram a platéia mesclando músicas antigas (“A Ferro e Fogo”, “Na Calada da Noite”, “Náufrago”) com novas (“Harppia 2.0”, “Black Joe”, “Cavaleiro de Fogo”); totalizando 14 músicas executadas numa avalanche sonora, onde fecharam a noite (a pedido do público) com “Salém (A Cidade das Bruxas)”.


Durante o intervalo entre as bandas foram executadas algumas músicas que fazem parte da programação da rádio, além de sorteio de camisetas e CDs. Houve também entrega de placas comemorativas entregue por Renato Menez às bandas Centúrias e Harppia, homenagem feita referente a mais de três décadas dedicados ao Metal Nacional. Outro homenageado foi Renato Orsi do programa “Metal Heart” de Jaguariúna (interior de São Paulo); onde foi entregue os três prêmios Dynamite recebido nos anos de 2012, 2013 e 2014.


Uma festa digna pela qualidade da rádio, pelas bandas que deram tudo de si e pelo público que presenciou o evento. Misturando todos esses ingredientes o resultado é um só: um magnífico show com o bom e velho Rock ‘N Roll. E que venha a festa de sete anos da rádio...

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...